placas padrão mercosul
Placas padrão Mercosul: o que mudou
09/09/2019
customer success
Customer Success descomplicado para sua empresa
23/09/2019

Do outro lado do balcão: o que o cliente quer de um serviço de despachante?

serviço de despachante

Ninguém gosta de tirar cópias de documentos, enfrentar filas, preencher formulários, carimbar guias, fazer registros e autenticações… Ufa! Ainda bem que existem os despachantes. Mas será que ainda funciona assim?

O que o cliente quer? Fugir da burocracia. Simples assim. E qual é a solução para isso? Contar com um serviço de despachante. Mas, infelizmente, essa solução já não é mais tão óbvia.

Para cumprir as exigências legais de um procedimento administrativo, o que inclui os trâmites que envolvem o despacho veicular, é necessário se embrenhar em um longa e acidentada estrada burocrática.

Mas existem muitos atalhos. O seu escritório de despachante é o melhor e mais conhecido, mas muita gente considera experimentar outros caminhos. Três deles são os mais trilhados:

  • concessionárias de veículos;
  • bancos;
  • o próprio governo.

Todos eles têm desenvolvido formas de desburocratizar o acesso aos serviços públicos. Ferramentas virtuais para estes fins já começam a se tornar populares, e a qualidade delas também já melhorou bastante.

O serviço de despachante é requisitado pela comodidade que proporciona ao intermediar a relação entre pessoas físicas, jurídicas e órgãos públicos. Mas lembre-se que ele não detém mais o monopólio dessa comodidade.

Portanto, se você quiser manter a relevância de seu despachante veicular, terá que oferecer formas diferenciadas de ajudar os cidadãos.

O cliente no despachante: “Eu não quero me incomodar”

Abrir um escritório de despachante é dar uma resposta a este apelo do cliente aflito, sem tempo, conhecimento ou paciência para enfrentar os trâmites burocráticos.

É o tipo de serviço que permite que as pessoas parem de se preocupar e gastar energia planejando o que deve ser feito e correndo atrás, literalmente, de autorizações e encaminhamentos.

Você concluiu, e não sem razão, que a demanda por um serviço de despachante é enorme.

Mas não basta que o cliente sinta que não precisa participar do processo. Ele vai ficar o tempo todo de olho, cobrando celeridade.

Não ter o controle da situação gera ansiedade. E é por este motivo que você precisa sempre dar uma solução rápida.

Você e praticamente todas as pessoas que você conhece, e também as que você não conhece, já passaram por muitas situações em que foi preciso enfrentar procedimentos burocráticos para regularizar alguma papelada.

Tenha isso em mente para entender o seu cliente. Coloque-se no lugar dele. Como todo brasileiro, ele não aguenta mais passar por tantos processos para conseguir a documentação de que precisa.

Dado este primeiro passo que né entender o problema, vamos colocar algumas soluções em prática.

7 coisas que o cliente quer do serviço de despachante

A melhor localização é em todos os lugares

Quando você abriu seu escritório, deve ter pesquisado muito para não errar na localização. Estar próximo a pontos estratégicos ajuda, e muito, mas hoje em dia não basta.

É preciso estar em todos os lugares. Por isso o seu negócio deve estar na internet, o que o tornará mais visível para o seu público-alvo.

Além de um site para informações e redes sociais para divulgação e relacionamento, contar com um sistema que garanta integração e automação também já se tornou algo imprescindível.

Como já dissemos, você tem muitos concorrentes indiretos, além dos diretos, que já resolvem grande parte dos problemas a distância. E você?

Se possível, não cobre com antecedência

Uma das reclamações mais recorrentes que os clientes fazem sobre seus despachantes é a de que o dinheiro é entregue com antecedência, mas na hora de buscar a documentação…

Geralmente não é por má fé. O que acontece, normalmente, é que algum problema no sistema do órgão público, mudança de prazo ou qualquer outro motivo de força maior impede que o despachante honre com seu compromisso.

Por isso, neste caso, é melhor deixar um pouco o otimismo de lado e prometer apenas o que tiver certeza de que pode ser cumprido. Além disso, não cobrar com antecedência, pelo menos quando isso for menos arriscado para você, é sempre algo visto com bons olhos.

Melhor que encaminhar ou indicar, é fazer

Quando o cliente paga para se ver livre de um incômodo, tudo o que ele menos quer é que você entre em contato para avisar que ele terá que resolver algum problema.

Tenha em mente um coisa: para o seu cliente, a função do despachante é exatamente esta.

É você que precisa resolver os problemas para ele. Muitos despachantes fazem tudo o que é possível ser feito para poupar o cliente. Inclusive, em alguns casos, levar o carro dele para vistorias, emplacamentos, transferências no Detran, etc. É uma responsabilidade e um risco, mas também é um grande diferencial.

Afinal, até serviços de lavação já contam com o diferencial do leva-e-traz.

Aproveite seus privilégios

O volume de serviços torna tudo mais rápido para um despachante. Isso porque a quantidade de serviços estreita as relações que o escritório tem com órgãos públicos. Os clientes sabem disso e querem aproveitar essa vantagem, pagando por ela.

Há lugares onde procedimentos como a transferência de um carro, por exemplo, demoram muito, ou é necessário o deslocamento para outra cidade. Nestes casos, o serviço de despachante compensa muito para o cliente.

Cultive a confiança e jamais a traia

Clientes sempre buscam prestadores de serviço de confiança. Do barbeiro ao mecânico, a proximidade pode ser até mais importante que o preço cobrado.

Estar com posse do veículo de alguém é algo que requer um grau ainda mais elevado de confiança.

Portanto, transmita segurança para seu cliente, e nunca o decepcione. Isso também renderá boas indicações.

Facilite tudo o que puder

Não adianta poupar o seu cliente do estresse dos órgãos públicos, bancos e demais entes envolvidos se a sua própria empresa impuser dificuldades.

Quanto tempo ele demora para ser atendido? Caso ele precise esperar, as acomodações são adequadas? Os atendentes são solícitos e gentis? E na hora do  pagamento, você oferece todas as opções possíveis? Temos um artigo sobre a importância do atendimento que pode te ajudar a melhorar este aspecto em seu escritório, caso seja necessário.

Prepare-se para a sazonalidade

Muitos serviços de um despachante são distribuídos igualmente ao longo do ano. Alguns, inclusive, seguem uma ordem bem definida, como os calendários de impostos baseados nos números finais da placa.

Mas alguns seguem outra lógica. Nas férias escolares de julho, por exemplo, é normal que os motoristas queiram aproveitar para colocar em dia todo o tipo de documentação.

Antecipe-se aos períodos críticos e prepare seu escritório para que não haja nenhum imprevisto.

Se fizer tudo certinho, não tem erro!

O mínimo que o seu cliente espera é a entrega de um bom serviço. Para isso, ele vai considerar múltiplos fatores.

Ele vai avaliar o atendimento, a agilidade e cumprimento de prazos e, no final, se toda a sua documentação foi devolvida, dentre outros fatores.

Em cada uma destas fases, havendo algum problema, ele vai acionar o Procon, falar sobre o problema nas redes sociais ou reclamar em sites como o Reclame Aqui.

Então deixamos uma última dica: estude bem o código de defesa do consumidor e leia sempre as reclamações que os clientes fazem, não só sobre você, mas também sobre outros despachantes.

É desse tipo de informação que você pode tirar ideias para surpreender e oferecer exatamente  o que o cliente quer de um serviço de despachante.